sábado, 8 de agosto de 2009

Agora a Yeda cai!!!



Ato pelo FORA YEDA, faça parte desta luta no dia 14 de agosto


Sexta-feira, às 9h - Concentração na Reitoria da UFRGS


Ao lado do Instituto de Educação


Nessa quarta feira, a (des) governadora do Rio Grande do sul, Yeda Crusius (PSDB) e mais oito meliantes (aliados) de seu governo foram denunciados por improbidade administrativa pelo Ministério Público Federal, sob a acusação de participar de um esquema que teria desviado R$ 44 milhões do Detran local. Eles são acusados dos crimes de "enriquecimento ilícito, dano ao erário e malferimento aos princípios da administração pública". Na denúncia, os procuradores pedem a devolução do dinheiro desviado, a cobrança de multas, a cassação dos direitos políticos por até dez anos e o afastamento dos denunciados de seus cargos públicos. A denúncia tem como base a Operação Rodin, da Polícia Federal, que por mais de um ano investigou as relações do Detran gaúcho com fundações e empresas prestadoras de serviço. Os procuradores não revelaram as provas que fundamentam a denúncia, pois o caso é mantido em segredo de Justiça.

Já na quinta feira, o pedido de CPI da Corrupção foi protocolado na Assembleia com 39 assinaturas, quase metade delas de aliados de Yeda Crusius e obtidas nas 24 horas transcorridas após o anúncio da ação civil pública. O número mínimo de assinaturas exigidas para formalizar o pedido de CPI (19 deputados) havia sido atingido após a adesão de três parlamentares do PDT, e superado aos 45 min. do segundo tempo com 19 parlamentares (nove do PMDB, seis do PP e quatro do PTB).

E quem paga por essa sujeira toda? É claro que o povo gaúcho, que fica mais uma vez sem saúde, educação e outros serviços tão necessários.
A saída para o nosso estado é uma só: Impeachment! Não podemos ficar esperando pelos parlamentares que até agora blindavam a governadora, temos que sair às ruas e nos somar aos setores que estão na luta pelo FORA YEDA. A população precisa gritar aquilo que está entalado na garganta de qualquer cidadão gaúcho: FORA YEDA! E vamos mandar a desgovernadora direto pro xadrez.


*Os outros citados na ação são Carlos Crusius, marido de Yeda; José Otávio Germano, deputado federal e secretário de Segurança do RS entre 2003 e 2006, a quem o Detran estava vinculado quando a fraude começou; João Luiz Vargas, presidente do Tribunal de Contas do Estado; Luiz Fernando Záchia, deputado estadual e chefe da Casa Civil na época da denúncia; Frederico Antunes, deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa; Delson Martini, ex-secretário-geral de governo; Walna Meneses, assessora da governadora; e Rubens Bordini, tesoureiro da campanha de Yeda e atual vice-presidente do Banrisul.

FORA YEDA! Impeachment JÁ! Pela convocação de NOVAS ELEIÇÕES!

Um comentário:

Mathss disse...

A Hora é agora !!
Yeda Fora !!